QUEM ÉS TU SENHOR?

Um raio de luz invadiu minha escuridão. Tocado racionalmente fui elevado a uma energia de fé, fiz a minha oração... E como o bom Francisco eu me coloque a perguntar: Quem és tu e quem sou eu? Então em mais ternas lágrimas banhei-me... Lavado então continuei a perguntar: Quem és tu? E quem, quem quem sou eu? Em auto conhecimento eu me sangrei nos meus espinho.. Quem és tu homem espero e resistente? Qual a complicação na compreensão do lógico ante o antológico, a emoção e a razão, o preciso e o desejado?  Qual o motivo que te falta a motivação para o bem, belo e verdadeiro? És muito compreensivo não percebe? Que coisa angustiante mas ao mesmo tempo frutificante em paz... Já não sabia onde era o Sumo Bem que falava e onde era eu... Rendi em oração e música:


-Quem és Tu, Altíssimo Senhor? E quem sou eu? / Quem és Tu, dulcíssimo Deus meu? / Quem és Tu?
-Tu és o Bem, todo o Bem, sumo Bem, Senhor Deus / vivo e verdadeiro.
-Tu és o Forte, Tu és o Grande, o Protetor, Rei do céu, / Tu és a Fortaleza.
-Tu és o Santo, Único Deus / Altíssimo, Santo Pai, / nossa Esperança.
-Sabedoria, Formosura e Doçura, Caridade, Tu és / a Alegria.
-Toda Beleza, Misericórdia, inefável Mansidão, grande / Redentor.
-Tu a Vida, a Vida Eterna, Segurança, nosso Pai, que fazes / maravilhas.

Música de Frei Beraldo J. Hanlon

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Questões respondidas sobre Platão - Por prof. Ítalo Silva

Questões respondidas sobre o Iluminismo

Preleção da intolerância sangrenta...