Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2011

Ser amigo - conto

Imagem

Sabina, de Artur Azevedo

Imagem
ÓTIMO O CONTO...  No final uma breve observação em uma visão da Filosofia Clínica.
 I


Havia três anos que o Bacharel Figueiredo era o amante da viúva Fontes. E marido seria se ela
quisesse; mas Sabina - Sabina era o seu nome - dera-se mal com o casamento, e não queria
experimentá-lo de novo.
Um mês depois do seu primeiro encontro com o Bacharel Figueiredo, este dizia-lhe:
- Eu amo-te, tu amas-me, eu sou livre, tu livre és: case-mo-nos!
- Não! respondia ela, não! não! não!...
- Por quê, meu amor?
- Porque esse fogo, esse ímpeto, esse entusiasmo que te lançou nos meus braços, tudo isso
desapareceria desde que eu fosse tua mulher!
- Mas a sociedade...
- Ora a sociedade! Sou bastante independente para me não importar com ela.
- Tua filhinha...
- Tem apenas quatro anos! está na idade em que se olha sem ver. Demais, não quero dar-lhe
um padrasto. Amemo-nos, e deixemos em paz o padre e o pretor.
II
Ficaram efetivamente em paz o ministro de Deus e o representante da lei, mas nem por isso o
ba…