Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2012

Dia Nacional da Música Brasileira

Imagem
Nesse ano a presidente Dilma criou a o dia nacional da MPB. Falar da identidade da nossa música é certamente compreender também a identidade do nosso povo, com isso compreendemos a arte, como na ideia de Platão (copia), o reflexo contrário de algo que ao imita a realidade é também uma realidade que imita o artístico. Com a nossa música compreendemos os eixos de história, filosofia e política da sociedade, como por exemplo, o movimento da Tropicália buscando liberdade de expressão, o samba com suas várias faces no decorrer do tempo dizendo experiências da existência com o olhar bem próprio de cada período ou ainda a música que mostra a mulher querendo espaço na coletividade. Enfim, vários objetivos se musicalizam na MPB. Contemplar a música nacional é contemplar a nossa própria identidade, isso a compreenderá em uma dinâmica com trilhas sonoras belas e também trágicas... Mas, qual tem sido a trilha sonora que tem escolhido para si? Assim como a identidade do pensamento nacional a música …

Recado

Imagem
Veja homem, mas veja sem olhar-me.
Não quero e não devo ser sempre sua referência.
Veja percebendo, veja sentindo...

Há o que precisa ver que verá somente se ignorar.

Ignorar seus medos frouxos em assumir quem tu és.
Ignorar a estranheza que passou,
O lixo que agendaram em sua mente...
Ignore os amarrilhos culturais, ideológicos, religiosos...

Tira o que te cobre: se descubra.

Veja...
Veja o ser nu, cru, puro... Autêntico.
Seja tu homem.

Veja e seja capaz de concluir por si, se não jamais será homem de verdade.
Oh maldita copia imperfeita.

Moleque alienado: pare de transferir suas não aceitações para os outros.

Qual a razão de suas definições interiores interferirem na minha identidade de ser?
A sua representação do mundo é uma visão sua e não um tratado universal.

Se veja e seja...