Madeline Stuart e a violência...

O texto já começa na contradição. Romper com padrões tendo que cometer violência contra seu corpo ao perder 20 quilos para adequar ao 'modelo de corpo'? Em nome da inclusão social se paga um altíssimo valor... o próprio valor humano. Isso é o biopoder tomando conta do imaginário na globalização pelos protótipos idealistas que 'compramos' (ao sermos comprados) pela mídia. Extremamente lamentável como a indústria da futilidade consegue com facilidade distância as pessoas da excelência de viver para anestesiadas trocarem o espetáculo pela vida no seu sentido filosófico...


Ver reportagem completa em: catracalivre.com.br/


A australiana Madeline Stuart, de 18 anos, é uma jovem com síndrome de Down que sempre sonhou em ser modelo profissional, mas seu peso a atrapalhava nessa e em outras atividades, como a dança e a natação. Com o apoio de sua mãe Rosanne, a garota perdeu 20 quilos e ganhou confiança para lutar pela carreira nas passarelas.
Down-Modelo-Madeline Stuart (9)
Além de querer se tornar modelo profissional, a jovem tem como objetivo aumentar a conscientização sobre a síndrome de Down e romper os padrões no mundo da moda. Em entrevista ao site Bored Panda, Madeline disse que já tem o apoio da marca Living Dead, que estimula a diversidade de corpos e belezas.
Down-Modelo-Madeline Stuart (3)
De acordo com depoimento de sua mãe: "Pessoas com síndrome de Down podem fazer o que quiserem, só que em seu próprio ritmo. Dê uma chance a eles que a recompensa será maior do que as expectativas". Confira mais fotos na página da jovem no Instagram.
Veja mais imagens:

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Questões respondidas sobre Platão - Por prof. Ítalo Silva

Questões respondidas sobre o Iluminismo