Mãe


À linda flor que emana o néctar vida e lhe chamamos de mãe.
Mães por gestação,
Mães pelo afeto...
Mães de adoção.
Mas sempre Mães.
Mães que corrigem, educam e cativam.
Mães da terra, mães do céu...
Há mães que aqui estão. Algumas senhoras, outras tão jovens quanto os seus filhos.
Mães que cuidam, mães que precisam de cuidado.
Mães Sadias, mães doentes... Mães...
Mães que não engravidaram
Há mães que nos adotaram por afetos: educadoras e cuidadoras, tão mães quando as que deram a luz, pois deram o amor, e o amor não é grande luz? 
mães que se eternizaram... Partiram. Mas ainda vivas em nós... São as mães na saudade, nas lembranças que mesmo oculta aos olhos as sentimos no calor da fé.
Mãezinhas e mãezonas, a vocês nossa gratidão por tudo.
Aonde irei levarei o homem que me fez.
Que enxerguem em mim a educação que me formou.
Obrigado. Tu és a mulher da minha vida... A mulher que primeiro amei e a que eternamente amarei.
Com carinho: o filho da mãe Simone - Prof. Ítalo Silva
Anápolis, 11 de Maio de 2012.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Questões respondidas sobre Platão - Por prof. Ítalo Silva

Questões respondidas sobre o Iluminismo

Preleção da intolerância sangrenta...