Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2010

Olá Amigo;

Imagem
Encontro você, meu amigo, não quero medir quem é o mais cansado e quem é o mais sofrido. Tenho minhas dores e meus desamores como chagas. Arde em mim a ignorância de não abarcar a justiça desejada. Grita em mim a desesperança e o orgulho de ser gente contemporânea. Alenta-me, meu amigo que se fez Deus assemelhando a nós. Ensina-me o silêncio. Educa-me no falar. Espera comigo na minha angustia, dai-me a paciência. Brilha em mim a sua Eterna sabedoria. Por que tudo que sei é passageiro, sou somente um amigo do saber. Obrigado por ter caminhado comigo ate agora, e, por favor, “fique um pouco mais...” Olho a longa e escura estrada à frente e sei que muito preciso aprender para caminhar feliz. Insisto, lapida esse homem ignorante, permaneça ao meu lado. Sem ti nada posso meu amigo e Senhor...

UMA BREVE LEITURA FILOSÓFICA DO GOVERNO LULA (CONCLUSÃO DO TCC)

Imagem
Assim que possível vou publicar na integra meu  Trabalho de Conclusão de Curso.  Por enquanto posto a conclusão do trabalho como breve apreciação.  CONCLUSÃO


Vendo a definição de política por parte dos clássicos, a formação da identidade política no Brasill, nota-se um rumo discrepante na era lulista. A formação da identidade do Partido dos Trabalhadores foi construída em meio a fatores graduais, dês de a sua fundação na esquerda católica até a chegada no poder. Luiz Inácio Lula da Silva, como um destacável metalúrgico sindicalista, usou sua história sofria a favor de um crescimento popular.Sua trajetória é reconhecida como superação, o agora Presidente da República Federativa do Brasil demonstra as características lapidadas na sua trajetória política, do esquerdista radical ao presidente “paz e amor”. A corrupção foi um sério problema acentuado no período lulista, tornando um dos principais focos da crítica política nacional. Os filósofos conceituaram os fatores de corrupção em um Estad…

É digno pensar bem !

Imagem
Creio na filosofia que sai dos livros e vigora na realidade, porém para que isso não seja utópico a filosofia deve ser vista, antes de qualquer coisa, com simplicidade e objetividade. Existem muitos preconceitos quando falamos de filosofia, contanto o bom uso da razão é o que leva o sucesso de todas as ciências. Antes de ser uma matéria academia a filosofia é o incentivo ao raciocínio digno de credibilidade, não é somente a ciência de saberes é a mãe de todas as outras ciências, ela transpassa os laboratórios de estudo e se torna pratica aos que dela fazem uso, caminhando em direção a Verdade.  O questionamento filosófico faz parte da natureza humana, mas nem todos o desenvolve com coerência. A busca à verdade, o pensamento correto, a critica, podem contribuir para a política, o comércio, a família, a indústria, enfim, a filosofia traz saberes que pode construir um mundo melhor. Conheça mais desse universo que é o estudo filosófico, caminhe ao encontro do Bem, do Belo e do Verdadeiro.…

ARISTÓTELES: OS QUATRO DISCURSOS

Imagem
APRECIAÇÃO DA OBRA: Capítulo I deAristóteles em Nova Perspectiva: Introdução à Teoria dos Quatro Discursos(Rio, Topbooks, 1997)



 Há nas obras de Aristóteles uma idéia medular, que escapou à percepção de quase todos os seus leitores e comentaristas, da Antigüidade até hoje. Mesmo aqueles que a perceberam — e foram apenas dois, que eu saiba, ao longo dos milênios — limitaram-se a anotá-la de passagem, sem lhe atribuir explicitamente uma importância decisiva para a compreensão da filosofia de Aristóteles2. No entanto, ela é a chave mesma dessa compreensão, se por compreensão se entende o ato de captar a unidade do pensamento de um homem desde suas próprias intenções e valores, em vez de julgá-lo de fora; ato que implica respeitar cuidadosamente o inexpresso e o subentendido, em vez de sufocá-lo na idolatria do "texto" coisificado, túmulo do pensamento. A essa idéia denominoTeoria dos Quatro Discursos.Pode ser resumida em uma frase:o discurso humano é uma potência única, que se at…

BARREIRAS ENTRE A EDUCAÇÃO E O TEXTO INTRODUTÓRIO DO LIVRO “A IDEIA DE VERDADE E A EDUCAÇÃO” DE RUY NUNES

Imagem
Torna-se necessário ao educador, principalmente quando se fala da transmissão do conhecimento filosófico, muita modéstia e plena aceitação das limitações intelectuais. O Espírito humano está sempre sujeito ao erro, professor de filosofia deve ter clareza da grandeza do conhecimento e da fragilidade em dominar toda a ciência do saber.          A verdade não pertence ao aluno, nem ao professor. O que acontece é que o professor já caminhou um pouco em busca do saber, e agora se propõem a conduzir o educando.          É delicada a postura daquele que propõem o conhecimento ele tem que tem a prudência em dosar a matéria para tratar da validade da ciência. Vendo os alunos, nesse processo educacional, não como objeto, mas como seres humanos dotados de intelecto, com opiniões diferentes que necessitará ser respeitadas pelo mestre. O autor diz que o professo compartilha da paternidade humana.          O professor de filosofia não poderá escolher um filosofo, mas deverá abordar imparcialmente to…

Um paralelo entre o documentário: “Sob a Névoa da Guerra”, e a filosofia da condição humana de Hannah Arendt

Imagem
O documentário é uma entrevista com Robert  McNamara  onde ele relata a sua experiência com guerras, como ex-secretário de defesa dos Estados Unidos. McNamara diz da sua opinião quanto ao confronto entre Estados Unidos e Cuba e a Segunda Guerra Mundial, falou das estratégias de guerra que ele usou como presidente da empresa Ford e com muito sentimento retratou seu envolvimento na Guerra do Vietnam.           Ao que se refere à compreensão da Condição Humana em Hannah Arendt dentro do contexto do documentário podemos separar em três partes, primeiro o condicionamento cultural, segundo a condição imposta pelos seus próprios pensamentos e em terceiro a guerra (conflito) como resultado das duas primeiras condições.
         No relato de Robert McNamara sobre o bombardeio ao Japão ele diz que em outro contexto certamente seria diferente. Hannah diz da Condição Humana  que está ligada pelo contexto histórico que vivemos, a cultura, os amigos, a família; são os elementos externos do condicio…

ANALFABETISMO QUE ELEGEU DILMA ?

Imagem
Não sei a veracidade do gráfico, mas me permito concordar em partes com a mensagem que desejaram transmitir. Primeiro, é lógico que Dilma não recebeu somente votos de analfabetos e ignorantes. Tenho exemplos próximos, pessoas estudadas e integrantes no serviço público que votaram nela por conveniência e comodismo. Ou seja, seria ela votada por ignorantes e enganados?

    Segundo, toda generalização estará condenada ao erro. Tudo se compreende no todo, por mais que  as vezes fragmentamos para estudar e melhor compreender não podemos sempre tomar uma parte como se fosse um todo, verdade universal: A PARTE SEMPRE SERÁ MENOR QUE O TODO. A verdade não se chega no foco fragmentado.
     Terceiro,  para saber quem elegeu Dilma, ou melhor dizendo, quais foram as classes que mais votaram em Dilma, precisaríamos fazer uma pesquisa séria e aprofundada. Porém algumas evidencias nos leva a concluir quais as causas que a elegeram. Por algumas experiências vou aponta-las aqui e me digam se esto…

Avatar

Imagem

VITÓRIA DE DILMA E A CERTEZA DE INCERTEZAS

Imagem
VITÓRIA DE DILMA E A CERTEZA DE INCERTEZAS Agora sim é oficial, Dilma é a primeira presidente mulher da nação brasileira. Eu, que a todo tempo fiz críticas a esse Governo agora teoricamente deveria me calar diante do poder legitimado, afinal o que valida ou não um poder na democracia são os votos. Porém não pretendo calar, quero sim poder usar de sabedoria para criticar o Estado.
                O fato de termos agora Dilma como presidente da federação nos diz muitas coisas. A primeira é a incompreensão entre prática e teoria, Dilma foi um personagem construído pela campanha e apadrinhado dos dentes aos pés por Lula e um jogo de marketing. Logo, ainda nós não a conhecemos. É evidente também que existem pessoas idealizadas por ela que jamais colocaríamos no poder. Ou seja, seremos novamente administrados pela turma do mensalão. Creio que Lula não é esse salvador da pátria. “Nunca na história desse país” se maquiou tanto a realidade e se vendeu ao povo a falsa idéia de um Estado heróico…