Conhecer - Reconhecer


Existem campos em mim obscuros e que eu não suportaria conhecer.

Há em mim cantos que escolho não conhecer por não saber como reconhecê-los.

Fugir de mim é uma reação... uma proteção.
Reconheço mas não me conheço.

O abismo que sou não é construído somente de pensáveis.  Tenho em mim muito de emoções, neutralidades e contradições...

Não precisa me conhecer para poder amar-me.
É melhor continuar amando a ideias que construiu de mim...
Continue a amar o amor que idealizou já que talvez quem realmente sou seja contradição deste ai...

Conhecer-me é um perigo.
Reconheça-me, basta. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Questões respondidas sobre Platão - Por prof. Ítalo Silva

Questões respondidas sobre o Iluminismo

Preleção da intolerância sangrenta...