Recado

Veja homem, mas veja sem olhar-me.
Não quero e não devo ser sempre sua referência.
Veja percebendo, veja sentindo...

Há o que precisa ver que verá somente se ignorar.

Ignorar seus medos frouxos em assumir quem tu és.
Ignorar a estranheza que passou,
O lixo que agendaram em sua mente...
Ignore os amarrilhos culturais, ideológicos, religiosos...

Tira o que te cobre: se descubra.

Veja...
Veja o ser nu, cru, puro... Autêntico.
Seja tu homem.

Veja e seja capaz de concluir por si, se não jamais será homem de verdade.
Oh maldita copia imperfeita.

Moleque alienado: pare de transferir suas não aceitações para os outros.

Qual a razão de suas definições interiores interferirem na minha identidade de ser?
A sua representação do mundo é uma visão sua e não um tratado universal.

Se veja e seja...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Questões respondidas sobre Platão - Por prof. Ítalo Silva

Explicação da minha tatuagem: Atomismo filosófico

Questões respondidas sobre o Iluminismo