Nota máxima com Ciências Humanas

Depois de analisar os textos de nota máxima no Exame Nacional do Ensino Médio eu posso pontuar algumas observações interessantes. (talvez sirva para outros desempenhos máximos). Vão aí 3 apreciações seguido de consideração final: 1. não apresentam leituras fragmentadas da problemática, pelo contrário, estão feitas em sua maioria partindo de uma leitura histórica material para pontuação de críticas ao pensamento dominante de forma integrada as várias informações (interdisciplinares). Reconhecem uma sociedade ideológica. 2. dissertações embaladas por citações filosóficas contextualizadas e complementadas no sentido explicativo claro da teoria. Quantos filósofos e sociólogos aparecem como segurança argumentativa...  *😁 por isso enfatizo sempre que AULA DE FILOSOFIA NÃO AGREGA APENAS  A RESOLUÇÃO DE QUESTÕES DE FILOSOFIA, MAS NA CONSTRUÇÃO DE REDAÇÕES, BEM COMO NA INTERPRETAÇÃO CRÍTICA DE QUESTÕES DE OUTRAS DISCIPLINAS. 3. percebem os dados em cidadania (consciência de pertencimento no coletivo) pela formação histórico-cultural contando a dialética de uma sociedade opressora os textos propõem críticas radicais nas vertentes sociológicas. Sobretudo na proposta de postura interventora.

Em suma: Perceber a relevância da visão Histórica, formação Filosófica e leitura Sociológica é sem dúvida alguma reconhecer o brilho de quem estuda humanidades e a coloca de forma interdisciplinar!! Praticamente todas as linhas argumentativas que apareceram nas relações nota máxima aparecem constantemente nas minhas aulas (muitas delas boicotadas e desvalorizadas).
Eu poderia fazer mais considerações,  porém deixo simplesmente essas três no "puxar sardinha" para a importância da crítica levantada partindo da riqueza das produções e pesquisas realizadas nas Ciências Humanas e suas Tecnologias, espero que os estudantes percebam melhor as contribuições filosóficas. Abraço. Professor Ítalo Silva 😂  #FicaaDica #FicaoRecado #FicaaBronca

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Questões respondidas sobre Platão - Por prof. Ítalo Silva

Questões respondidas sobre o Iluminismo